Redação de Relatório de Auditoria de Acordo Com as Mais Modernas Técnicas e Normas Aplicáveis ao Setor Público Tendo Como Referência os Padrões do TCU

A IN 05/2017 Do MPDG: Novas Regras Obrigatórias Para Contratação De Serviços Na Administração Pública
29 de agosto de 2018
O Passo A Passo Do Processo Administrativo Disciplinar E Da Sindicância Com Ênfase Na Lei Nº 8.112/90 (Teoria E Prática)
19 de setembro de 2018

Redação de Relatório de Auditoria de Acordo Com as Mais Modernas Técnicas e Normas Aplicáveis ao Setor Público Tendo Como Referência os Padrões do TCU

Categoria

Data e Horário do Evento

Data 29/10/2018 até 30/10/2018


Horário 8:30 am às 5:30 pm

Localização do Evento


CVI Cursos

Endereço: SRTVS, Quadra 701, Bloco III - Ed. Palácio do Rádio 1, 1º Andar Asa Sul

Cidade: Brasília

Bairro:

Estado: DF

Insira no Seu Calendário: 0

Mapa de Localização

Carregando mapa ....

Descriçao do Evento


Faltam

29-e-30.10.18-Redação-de-Relatório-de-Auditoria-DF.pdf (3 downloads)

00

dias


00

horas


00

minutos


00

segundos



OBJETIVO:

Capacitar os participantes para a elaboração de relatórios de auditoria eficientes, de acordo com as mais modernas técnicas e com as normas aplicáveis ao setor público, usando como referência os padrões do Tribunal de Contas da União.


PÚBLICO-ALVO

Servidores das três esferas de governo que atuem ou pretendam atuar em tribunais de contas, controladorias, auditorias internas de estatais, autarquias e fundações, bem como em unidades do sistema de controle interno ou em setoriais contábeis.

CARGA HORÁRIA

16 horas/atividade


CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. AUDITORIA: CONCEITOS E PRINCÍPIOS GERAIS

1.1. Conceito de auditoria

1.2. Classificação da Auditoria

1.2.1. Auditoria privada e auditoria governamental

1.2.2. Auditoria de legalidade, contábil-financeira e operacional

1.3. Resultados da auditoria

1.4. Comunicação dos resultados: por quê e para quem

2. NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS À ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE AUDITORIA

2.1. Normas internacionais

2.2. Normas do TCU

3. REVISÃO DOS PAPÉIS DE TRABALHO E DOS ACHADOS

3.1. Atributos dos papéis de trabalho

3.2. Revisão dos papéis de trabalho

3.3. Revisão dos achados de auditoria pelo coordenador da equipe

3.4. Discussão/revisão dos achados com o supervisor

4. RELATÓRIO PRELIMINAR

4.1. Elaboração e revisão

4.2. Comentários dos responsáveis

5. REDAÇÃO DE RELATÓRIOS

5.1. Linguagem culta e técnica

5.2. Sintaxe

5.2.1. Frases fragmentadas

5.2.2. Paralelismo

5.2.3. Erros de comparação

5.2.4. Ambiguidade

5.2.5. Regência de alguns verbos de uso frequente

5.3. Semântica

5.3.1. Expressões a evitar

5.3.2. Expressões de uso recomendável

6. REQUISITOS DE QUALIDADE DOS RELATÓRIOS DE AUDITORIA

6.1. Clareza

6.2. Concisão

6.3. Convicção

6.4. Exatidão

6.5. Relevância

6.6. Tempestividade

6.7. Objetividade

7. ESTRUTURA E CONTEÚDO DOS RELATÓRIOS

7.1. Declaração de conformidade com as Normas Técnicas

7.2. Objetivos da auditoria, escopo, metodologia e limitações

7.3. Descrição da visão geral do objeto

7.4. Apresentação dos achados

7.5. Conclusões

7.6. Propostas de encaminhamento

8. RECOMENDAÇÕES ADICIONAIS PARA A QUALIDADE DOS RELATÓRIOS DE AUDITORIA

8.1. Recomendações de caráter geral

8.2. Recomendações específicas

8.3. Tratamento de informações sigilosas ou sensíveis

8.4. Falhas mais comuns na elaboração de relatórios de auditoria

9. ETAPAS POSTERIORES À ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO


PALESTRANTE

MARCELO LUIZ SOUZA DA EIRA

Auditor Federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União. Já desempenhou as funções de Coordenador-Geral de Controle Externo da Área de Desenvolvimento Nacional, Secretário de Fiscalização de Tecnologia da Informação, Secretário Adjunto de Planejamento e Secretário de Macroavaliação Governamental do TCU. Graduado em Engenharia Civil pela Universidade de Brasília (1989). MBA em Controle Externo pela Fundação Getúlio Vargas (2000). Especialização em Auditoria de Desempenho pelo Department for International Development do Reino Unido (2001). Especialização em Auditoria de Obras Públicas pela UnB (2003). Instrutor da FGV, da ESAF, do ISC/TCU e de outras escolas.


INVESTIMENTO

Valor Normal: R$ 2.450,00 por participante.

Valor promocional de R$ 2.400,00 para 3 ou mais participantes da mesma fonte pagadora.

 

INCLUSO

Material didático e de apoio, almoço, coffee break e certificado de participação.


FORMAS DE PAGAMENTO

A Nota de Empenho deverá ser enviada para o e-mail: cvicursos@cvicursos.com.br ou para o Fax (61) 3034-1113 no máximo até 07 (sete) dias antes da realização do evento. Em caso do não envio, não será confirmada a inscrição dos servidores.

CANCELAMENTOS ou SUBSTITUIÇÕES: Os Cancelamentos deverão ser informados até 05 (cinco) dias antes do evento. Após esse prazo deverá ser feita substituição ou solicitação de crédito no valor da inscrição. É importante que todas as informações complementares sejam feitas por escrito.

A CVI CURSOS confirmará os cursos oficialmente com até 07 dias de antecedência, sendo importante o aguardo da confirmação oficial para providências quanto à hospedagem e/ou compra de passagens para os participantes do curso.

Este curso pode ser realizado In Company, adequando seu conteúdo programático de acordo com as necessidades de sua organização, com excelente relação custo-benefício. Solicite-nos uma proposta.

A CVI CURSOS reserva-se o direito de adiar ou cancelar o curso, bem como substituir o docente, por motivo de força maior.

Assegure sua participação e colabore para a viabilização do evento confirmando sua inscrição com até sete dias de antecedência.


Banco do Brasil
Agência: 2883-5
Conta Corrente: 11.180-5


INSCRIÇÃO


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BeTheme WordPress Theme